Arquivo de maio \19\UTC 2012

A Coerência de Tarso Genro

Tarso Genro é o atual governador do Rio Grande do Sul. Foi eleito no primeiro turno. A maior razão para isso foi que, à época do governo Lula, Tarso era o o Ministro da Justiça. Tarso usou a Polícia Federal a seu favor e acusou a então governadora Yeda Crusius de promover um esquema de corrupção no Detran.
Além de colocar fogo no esquema de corrupção que criticava, Tarso e sua turma ainda criticavam os altos preços da carteira de motorista e taxas no RS. Pois agora, eleito, está dando um jeito de aumentar os valores. Esse é apenas um exemplo de que esse homem fala uma coisa e depois faz outra. Vejamos outros exemplos:

  • Quando candidato a prefeito de Porto Alegre (eleição que também ganhou por conta de promessas que não cumpriu) Tarso prometeu acabar com todos os meninos de rua de Porto Alegre. Deixou o cargo 2 anos depois para concorrer a governador sem tirar um único ser humano das ruas.
  • Tarso foi o mentor do piso nacional para o magistério quando estava no Governo Federal. Isso ajudou a desmoralizar a então governadora, que se negava a pagar o tal piso pois não tinha dinheiro. Tarso se elegeu. E cadê o piso? Na promessa para os professores.
  • Tarso Genro sempre criticou a iniciativa privada e foi a favor da expulsão da Ford no RS. Agora, enquanto governo, se mostra a favor da parceria público-privada pois sabe que o Estado não tem dinheiro pois tem uma folha pesada demais.
  • Tarso Genro sempre criticou os pedágios implantados no Rio Grande do Sul. Agora, no governo, brinca de querer cancelar os atuais pedágios e lançar novas licitações. Entretanto, anda a passos de tartaruga, esperando a época das eleições para fazer algo. Se os pedágios eram ruins, porque simplesmente não acabar com eles?

Tarso faz o estilo da velha política. Promete e não cumpre. Fala demais, faz de menos. Quando faz, é em época de eleição. Tarso é o governador eleito em primeiro turno do Rio Grande do Sul, o Estado que se diz um dos mais politizados do país.

Anúncios

1 comentário